Rodrigo Savazoni

Jornalista, escritor e realizador multimídia

#manifiesto na Espanha barra censura à rede

Le dice @edans a la Ministra todo lo que critica de esta ley

A repercussão do Manifesto em defesa dos direitos fundamentais da Internet (no link, agora em português) gerou uma reação do governo Espanhol, que teve de se abrir para o diálogo.

O Ministério da Cultura, então, convocou uma reunião (na foto acima e mais no flickr de Jesus Encinar).

Segundo o El Pais, participaram da reunião representantes do governo espanhol e Julio Alonso, fundador do Weblogs S.L; o jornalista e blogueiro Ignacio Escolar; o fundador do portal Idealista, Jesús Encinar; Gumersindo Lafuente, que foi diretor do portal Soitu.es; Rosalía Lloret, diretora de web da RTVE; Álvaro Ibáñez, Alvy, do Microsiervos.com; os jornalistas Juan Zafra, Fernando Berlín (Radiocable.com), José Cervera y Virginia P. Alonso (do 20minutos.es), Mario Tascón, do Lainformación.com; David Martínez, jornalista e co-fundador do GiPi e Javier Sanz, criador do ADSLzone y Movilzone.

O encontro parece ter sido pouco produtivo. Mas hoje o Primeiro Ministro José Luiz Rodrigues Zapatero, do PSOE, disse que não está em seus planos criar qualquer lei que resulte em censura na rede. Nesse sentido, abriu caminho para a revisão do anteprojeto, que trafica para dentro mudanças nas regras de propriedade intelectual que poderiam resultar em restrições e criminalização da colaboração e do compartilhamento.

Para mais informações sobre a luta na espanha, vale seguir a hashtag #manifiesto no Twitter, além das páginas das pessoas supracitadas. Também há informações sobre a reunião em http://twitter.com/benyi/manifiesto-reunion.

É bom ficar atento, porque o projeto espanhol de lei, liderado pelo Ministério da Cultura, como descreve o principal jornal local, viola a liberdade de expressão e o direito à informação, cria um estado policial na rede e produz uma duvidosa configuração legal ao deixar a porta aberta para prescindir de intervenção judicial para o fechamento de páginas na internet.

1 Comment

COMENTE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *